Online. Offline.

Online. Offline. Online. Offline. Não foi possível enviar sua mensagem. Você precisa estar conectado para enviar uma mensagem. Online. Offline. Tá bom, eu desisto. Acho até melhor. Dizem que não é bom agir por impulso…

Ai, quem eu quero enganar?

Quando eu vi aqueles olhos, meu mundo parou. Tá, eu admito, ele já era meio parado e, além do mais, a foto do Facebook não se mexe.

Mas que meu mundo deu uma engasgada, ah, isso não dá pra negar!

Podem me chamar de doida, mas eu acredito no amor. Você pode achar isso normal em uma garota de 15 anos como eu, mas tenho várias amigas que já desistiram, pois só encontraram meninos babacas até hoje. O que me faz voltar aos olhos azuis. Ai, ai.

Achei ele marcado na foto da prima da Rafa e logo fiquei naquela: adiciono ou não adiciono? Se eu adicionar, tenho que dizer quem sou. Mas eu nem conheço a prima da Rafa! Já sei, eu posso chegar com um “how are you doing?” Rá, péééssima ideia.

Foi aí que coloquei coragem no corpinho, cliquei em adicionar (não escrevi nada no convite) e fiquei esperando. Uma, duas, três horas. Fui dormir, acordei, nada… nada! Respira, respira…

Fui pra aula. Adivinha se prestei algum tipo de atenção nas equações matemáticas ou na estrutura da mitocôndria?

Cheguei em casa e fui direto ver meu Facebook. Congelei. Ele tinha aceitado e… adivinha… ainda deixou um recadinho no meu mural: “Seja bem-vinda. De onde nos conhecemos?” F-e-r-r-o-u. É agora que vou parecer uma pata apaixonada. E o pior, se eu responder no mural TODO MUNDO vai ver. Melhor mandar uma mensagem.

Olá (isso, mais informal), tudo bem? Na verdade não nos conhecemos, mas (achei você um gato? achei você o máximo? achei você o pai dos meus filhos?) achei você interessante. Sou amiga da prima da Rafa e você estava marcado em uma foto dela. 🙂 (isso, sorrisinho, simpática) Bjos (bjos é bom, bj é muito frio, beijos é muito demais e beijão não preciso nem comentar).

Mais espera, mais paciência, mais horas atualizando a página do Facebook. Resposta, aaaaaaaaaaaah, resposta! Dancinha da vitória uhuhu, ele respondeuuuuu… ai, o que será que ele respondeu?

Oi, tudo bem e vc? Ah, achei que conhecia vc de alguma festa. Me add no msn: surferbacana@hotmail.com Bj (tá, nesse caso o bj não fica tão frio porque ele quer que eu adicione ele no msn, ok?). Mãos frias, vamos lá… Add a contact. Pronto!

E foi aí que eu parei porque minha internet começou: Online. Offline. Online. Offline. E agora? #comofaz?

O jeito é ir dormir e esperar amanhã. Quem sabe isso não é um aviso? Já que a vida da gente é uma espera sem fim, é melhor ter paciência. Aaaaah, paciência? Eu já mencionei que tenho 15 anos?

Anúncios

Um pensamento sobre “Online. Offline.

  1. Bia disse:

    Vai virar novela!?? Quero acompanhar cenas dos próximos capítulos! rs… Bj
    (pq eu sou fria, calculista, não gosto de demonstrar emoção e já te tenho no meu gtalk. rs…)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: