Alinhavos

Conta outra história
Porque essa não é tua
Nem linhas, nem novelos
Nada é tecido
Pesos de papel afundam
Quando o tempo é amargo
Fixa aqui, sente ali
Perde
Nada colhe, nada cose
Alinhava as palavras
Passadas a limpo
No papel de seda impresso
Sem pressa nessa vida
Medida
É corte, é molde
Agulha
Ponto

Anúncios
Etiquetado , ,

Um pensamento sobre “Alinhavos

  1. Fernando disse:

    Bonito…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: